Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, 2 de dezembro de 2012

Andrea Mendonça prepara ida ao PDT

por
Lilian Machado


Em fase de despedida da Câmara de Vereadores de Salvador, a vereadora Andréa Mendonça (PV), que no passado já teria rejeitado a ida para o PDT, traça uma nova caminhada rumo a 2014, visualizando o partido brizolista como novo abrigo.
Conhecida por expressar seus posicionamentos, a parlamentar não titubeou ao deixar claro que depois da experiência no Parlamento Municipal está em busca de novos voos.
A meta será a de concorrer a uma vaga  na Assembleia Legislativa daqui há dois anos e o PDT será o ninho que vai alimentar esse desejo. Lideranças do partido afirmam que estão de portas abertas para recebê-la. Há quem diga que a ida de Mendonça para o PDT poderia sustentar a futura possibilidade de o seu irmão, o deputado federal Félix Mendonça, comandar a sigla.
O ingresso deve ser concretizado a partir de janeiro, quando ela já terá saído da Câmara. “O PV também está cada vez mais robusto e forte, mas a minha ida para o PDT passa pela bandeira da educação, que é essencial para que consigamos resolver os problemas mais sérios”, justificou, já sinalizando a defesa de algumas propostas, como a educação em tempo integral.
Questionada sobre as especulações de uma possível articulação em favor de Félix para o comando do PDT, futuramente, ela disse que desconhece. “Não tenho noção disso. Esses assuntos de direção de partido ele não comenta comigo”.
Mendonça disse que não há desentendimentos com o PV, mas ressaltou que seria a bandeira da educação que a estimularia. “Não tem briga com o PV, inclusive adorei a eleição de Célia Sacramento para vice-prefeita e de Marcel (Moraes) e Ana Rita Tavares para Câmara. Eu sempre militei muito na causa do PV, mas acho que terei mais espaço no PDT”, frisou ao antecipar a resposta aos dirigentes verdes que teriam dado sinais de insatisfação.
Em entrevista ao Bocão News, o presidente Ivanilson Gomes disse que ela “nunca foi muito militante”. “Deve ter projetos mais próximos à família e talvez ficaria ruim para negociar com o partido que pertence atualmente, mas boa sorte para ela”, disse o líder verde.
Já o dirigente pedetista, Brust, demonstrou animação com a perspectiva. “Tem uns 30 dias que o Félix me ligou dizendo que ela estava inclinada e eu disse que estava de braços abertos. Ela só vai dignificar o partido,” disse. A declaração foi compartilhada com o presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT). “Ela será recebida de tapete vermelho. É um excelente quadro”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot