Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, 2 de dezembro de 2012

Veja quem quer o comando da UPB

por
Lílian Machado

Embora o presidente estadual do PT, Jonas Paulo tenha dito que o partido ainda não autorizou nenhuma candidatura para a disputa do comando da União dos Municípios da Bahia (UPB), apesar de defender que o PT se viabilize para a vaga e, o presidente estadual do PSD, Otto Alencar, sinalizasse que poderá ceder a fim de pregar a uma única candidatura da base, nos bastidores, os postulantes já seguem em plena campanha.
Esse é o caso de um dos representantes da sigla petista, o prefeito reeleito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), que teria entre os apoiadores no governo o secretário da Casa Civil, Rui Costa. Ontem, a equipe de reportagem flagrou a distribuição de panfletos com suas propostas para a UPB na Assembleia Legislativa.
Entretanto, não é apenas o petista que dá sinais de que vai enfrentar qualquer obstáculo para viabilizar a própria candidatura. O prefeito eleito de Santo Estevão, Orlando Santiago (PSD), também lançou ontem sua campanha no auditório Iemanjá, do Centro de Convenções da Bahia, para eleição que acontece no dia 23 de janeiro de 2013.
Segundo informações de sua assessoria de imprensa, Santiago teria feito um “lançamento discreto, sem pompas, como é seu perfil”. Ele também distribuiu folder e folhetos. O pessedista quer buscar o consenso, na tentativa de promover uma chapa única, evitando um possível embate.
“Mas, se isso não ocorrer, ele vai para um embate com outra ou demais chapas”. Até o momento, ele conta com o apoio  dos partidos DEM, tendo como grande aliado o prefeito eleito de Feira de Santana, José Ronaldo, o PMDB e o PSDB. Ontem, ele também fechou acordo com o candidato Wilson Paes Cardoso (PSB), prefeito de Andaraí, que também estaria no páreo para a presidência da entidade.
Cardoso sinalizou que irá desistir da postulação para marchar com Santiago, por “acreditar em sua bandeira na defesa do municipalismo”.
Já a candidatura do petista de Santo Amaro, que se coloca como a “nova força para os municípios”, teria surpreendido o meio político. Sairia na frente a prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), nome defendido desde o início pelo presidente da UPB, Luiz Caetano (PT), mas, diante da movimentação, o jogo ainda se mostra embolado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot