Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Negromonte diz que Wagner prometeu PP na chapa majoritária em 2014; Nilo reage


Negromonte diz que Wagner prometeu PP na chapa majoritária em 2014; Nilo reage
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Presidente do PP baiano, o deputado federal Mário Negromonte afirmou ter a garantia do governador Jaques Wagner de que o seu partido fará parte da chapa majoritária nas eleições de 2014. Segundo o parlamentar, a promessa foi feita em reunião na última sexta-feira (11). Na última quarta (9), o pepista havia criticado a decisão "pouco inteligente" do PT de decidir, em um encontro fechado, que o candidato à sucessão de Wagner seria petista. Negromonte argumentou que a legenda é a terceira com o maior número de prefeitos, atrás do PSD – do vice-governador Otto Alencar. Em municípios que tem maior capilaridade eleitoral, a sigla é a segunda, acrescentou o ex-ministro. “O PP disputa espaço na chapa majoritária; o governador já nos confirmou. Sei que o PDT também pleiteia. O governador tem como critério a maior densidade eleitoral. Ele sabe que isso tem peso. Nesse critério, o PP está na chapa. Se for vice, estaremos contemplados. Se for para senador, também. Se o cavalo passar selado, a gente monta”, declarou o deputado nesta segunda (14), em entrevista ao programa Acorda pra Vida, da Rede Tudo FM 102,5. Como Otto tem anunciado sua intenção em disputar o Senado, o mais provável é que o PP ocupe a vaga de vice na chapa e o PDT fique fora, caso Wagner confirme as declarações de Negromonte. O ex-ministro confirmou ainda o objetivo da legenda em ampliar sua participação no governo federal, ao pleitear o Ministério da Integração e a presidência da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). “Em nível nacional, vejo nosso partido como fiel da balança. Fomos o partido que mais cresceu nesse jogo de mudanças”, lembrou. Pré-candidato do PDT ao governo da Bahia, o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT) já comentou a entrevista de Negromonte. Por meio de nota, o pedetista afirmou que tal arranjo não foi descrito por Wagner em outra conversa, na última quinta (10). “Caso ele confirme esta informação, mantenho, de público, a minha pré-candidatura ao governo do Estado”, anunciou Nilo.

   
Segunda, 14 de Outubro de 2013 - 11:00

Voo durante a Copa já custa dez vezes mais

Voo durante a Copa já custa dez vezes mais
Passagem Rio-SP é quase igual para Europa e EUA no período | Foto: Divulgação
A oito meses para a realização da Copa do Mundo no Brasil, o preço da passagem aérea durante o período do evento chega a ser dez vezes mais caro do que em um dia normal. Reportagem do jornal Folha de S. Paulo mostra que o valor cobrado é superior, por exemplo, ao de bilhetes para a Europa e para os Estados Unidos no mesmo período. Uma das explicações dadas pelas empresas aéreas é a lei da oferta e da demanda: se mais gente compra, restam menos lugares no voo – e os assentos que sobram encarecem. A tarifa subiu principalmente nos trechos mais procurados, como a ponte aérea entre os aeroportos de Congonhas (São Paulo) e Santos Dumont (Rio de Janeiro), a rota mais movimentada do país. O turista que quiser sair do Rio e ir à capital paulista para assistir à abertura da Copa, em 12 de junho, pagará R$ 2.393 na ida e volta pela TAM. É mais caro do que ir a Curaçao, no Caribe (R$ 1,9 mil), ou a Buenos Aires (R$ 900) e um pouco menos do que o preço para ir e voltar de Nova York ou Paris. Por outras companhias aéreas, o preço é igualmente alto na ponte aérea durante o mundial. Na Avianca, o bilhete de ida e volta custa R$ 1.893 e na Gol, R$ 1.673. Fora da Copa, o valor volta ao normal. Uma passagem no mês de março na ponte aérea por qualquer empresa sai no máximo por R$ 227. A alternativa será o ônibus. A viagem de ida e volta entre São Paulo e Rio pela viação Itapemirim para junho é a mesma de agora: de R$ 149 (convencional) a R$ 322 (leito, que reclina 65º). O trajeto leva cerca de seis horas.

   
Apresentador da Record foi sondado para substituir Analice Salles no ‘Na Mira’
Bastou a apresentadora Analice Salles ser contratada pela Record Bahia para a temida dança das cadeiras assustar os apresentadores baianos. O lugar da loira no "Na Mira", programa que comandava na TV Aratu, está vago. Teve até apresentador que está fora da TV se oferecendo para abocanhar a vaga. O Bahia Notícias descobriu que a TV do Galinho sondou um conhecido jornalista da Record para substituir a loira. O problema é que ele comanda o programa de maior sucesso da emissora e está com o passe valorizado. Confira os detalhes na Coluna Holofote!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot