Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, 10 de agosto de 2014

TRE-BA autoriza pesquisa de instituto ligado a Marcelo Nilo


 

Foto: Reprodução
Pedidos de impugnação foram feitos pelas coligações dacandidata Lídice da Mata e de Paulo Souto
O TRE-BA rejeitou nesta sexta-feira (8) pedidos de impugnação da pesquisa eleitoral registrada pelo instituto Babesp – ligado ao presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo. Foram julgadas duas ações: uma movida pela coligação Um Novo Caminho para a Bahia, liderada pela candidata Lídice da Mata, outra ajuizada pela coligação Unidos pela Bahia, de Paulo Souto. Os juízes Francisco Bispo, que analisou o processo do PSB, e Salomão Viana, que analisou o pedido do DEM, entenderam que não havia irregularidade no método utilizado pelo Babesp (Bahia, Pesquisa e Estatística). “Não há qualquer impedimento para que, ao contratar uma pesquisa, o interessado queira saber qual o potencial de determinadas pessoas para carrear – ou retirar – votos de algum candidato”, escreveu Salomão na sua decisão.


Wagner diz que Geddel deveria ter sido o indicado ao governo

Foto: Divulgação
Governador Jaques Wagner
O governador começa colocar lenha na fogueira da campanha eleitoral e partiu para críticas contra a formação da chapa da coligação “Unidos pela Bahia”, encabeçada por Paulo Souto (DEM). Para o petista, durante conversa com jornalistas na manhã de ontem, na governadoria, houve uma montagem de “cabeça para baixo” da agremiação oposicionista. “Geddel era para ser o candidato ao governo, a novidade. Acho que Paulo Souto é mais cara para o Senado”, opinou o chefe do Palácio de Ondina. Segundo o político, o máximo que Souto poderá alcançar nas pesquisas já foi divulgado. Quando questionado da escolha por Rui, o cacique defendeu o nome do seu ex-secretário da Casa Civil e braço direito nos últimos anos de mandato. “Gabrielli, Pinheiro e Rui estavam na disputa. Gabrielli é um excelente quadro, mas na Petrobras perdeu o contato com o povo. Pinheiro é muito mais conhecido do que Rui, mas apostamos nele justamente por conta da novidade que o nome representa. Foi um dos nossos parlamentares mais bem votados e pode dar continuidade ao projeto”, justificou. Leia mais na Tribuna.
Victor Pinto, Tribuna
9 de agosto de 2014, 09:30

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot