Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Ibirataia. A FARRA DAS PANELAS CONTINUA

NOVA DENUNCIA CONTRA a  Prefeita Ana Cleia de Ibirataia



O Bahia in Loco, anunciou na manhã da quarta-feira (20 de maio de 2020), uma denúncia popular (protocolo AQUI), que foi batizada de “A FARRA DAS PANELAS”.


No mesmo dia a Prefeita de Ibirataia Ana Cléia Leal colocou nota oficial em diversos outros sites e nas redes sociais vinculadas à prefeitura municipal de Ibirataia negando a veracidade da denúncia e apresentando como provas além de sua declaração, fotos de servidores públicos municipais e outras pessoas, inclusive percebemos claramente a presença de uma criança entre eles, na chegada desse material onde parece ser os fundos do prédio da prefeitura municipal de Ibirataia. Mostrou ainda outras fotos expondo diretores escolares e professores do município como se tivessem recebendo os materiais da denúncia.


Acontece que a prefeita, que também é professora, e tenta camuflar a denúncia mostrando materiais de consumo e pessoas de um outro processo de pagamento de material num valor ainda maior que a nota fiscal da denúncia publicada.
A empresa que também entrou em contato com esse site, da mesma forma, colocou fotos de material diverso da denúncia possivelmente como prova de venda e entrega.
A nota fiscal de número 635 emitida pela empresa EQUIMED INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS PARA LABORATÓRIOS E HOSPITAIS ME, CNPJ 16.580.422/0001-13, cujo nome parece referir-se a empresa que fornece equipamentos e produtos para a educação, na verdade forneceu nada mais, nada menos que 279 caldeirões e panelas (incluindo inox), além de 20 peneiras de aço inox para arroz, chocolateiras, carros térmicos, dentre outros, perfazendo um total de R$ 116.685,00. 

       
Dessa forma descobrimos outro processo de pagamento com um valor ainda maior onde a prefeitura adquiriu ainda mais panelas. Dessa vez num montante de mais R$ 130.000,00 (cento e trinta mil reais).


Consta na denúncia que a Prefeitura Municipal de Ibirataia contratou empresa para aquisição de materiais permanentes diversos para atender as demandas das unidades escolares da rede pública, no entanto, um popular ao analisar uma postagem que veiculou nas redes sociais percebeu que algo muito estranho estava acontecendo.
Ambas as operações são com verbas do Fundo Municipal de Educação e alguns dos funcionários já nos procuraram com medo de serem envolvidos injustamente em algum suposto desvio. Os funcionários também pediram para que nós resguardássemos suas identidades para não sofrerem retaliações.


No dia seguinte a divulgação da denúncia por esse site, os vereadores Peruca (MDB) e Juca (PP) foram fiscalizar o almoxarifado e na presença do secretário municipal de educação também não encontraram o material permanente da denúncia.
O povo quer saber qual a real necessidade e onde se encontram tantas panelas e caldeirões de alumínio e inox. O valor do processo de pagamento denunciado e da outra compra ainda maior que a prefeita apresentou tentando justificar o material da denúncia dá para comprar duas caminhonetes cabine dupla 0km ou um apartamento.


Vale ressaltar que numa consulta popular no portal do TCM/BA, não constam os tais equipamentos denunciados na relação de patrimônio do município.
A tentativa de camuflar a denúncia usando fotos e pessoas de um outro processo de pagamento fizeram aumentar as suspeitas em relação aos outros contratos firmados e pagos pela prefeita e os demais materiais da outra compra gigantesca, apelidada de A FARRA DAS PANELAS II, estão sendo investigados pelo denunciante.


A denúncia pede a cassação da prefeita Ana Cléia Leal por descumprir normas constitucional por improbidade administrativa, crime de responsabilidade e infração político administrativa no tocante ao desvio de dinheiro público em proveito próprio ou alheio.


Uma nova denúncia foi encaminhada para a Câmara de Vereadores de Ibirataia-BA na tarde dessa quinta-feira dia 4 de junho de 2020 com novos indícios de corrupção.


Procurado pelo site a prefeita não foi encontrada no município para prestar esclarecimento. Vizinhos informaram que a gestora atualmente reside em sua fazenda no município de Ubatã ou no seu novo apartamento na capital do Estado.

Texto extraído do Site Tesouras Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot