Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 9 de julho de 2020

De muleta a catapulta: Desafios do PT para impulsionar a campanha de Denice em Salvador

Quinta, 09 de Julho de 2020 - 07:20

por Fernando Duarte

De muleta a catapulta: Desafios do PT para impulsionar a campanha de Denice em Salvador
Foto: Reprodução/ Facebook
O lançamento de uma ilustre desconhecida – do ponto de vista político – como Major Denice para a corrida pela prefeitura de Salvador já é, por si, um risco alto que o PT preferiu correr. Talvez esse desconhecimento, em outro contexto, possibilitaria uma chance de crescimento. Seria uma boa aposta do marketing político, ainda mais quando existe uma negação reiterada da política. No entanto, com a pandemia, as chances de sucesso caíram significativamente. Por isso a demanda por “muletas” para tentar impulsionar a campanha.

Padrinho da candidatura de Denice, o governador Rui Costa tem obrigação de fazer esse papel. E começou a fazê-lo ao dar indicações de quais temas mais sensíveis a Salvador a petista deveria abordar em suas lives semanais. Para além da participação, Rui trouxe pontos delicados, a exemplo da educação infantil. Só que isso não vai se sustentar ao longo de uma campanha que terá que ser prioritariamente virtual. As temáticas serão relevantes a partir do momento que conseguirem sair da bolha do PT. Ainda não aconteceu.

A repórter Mari Leal trouxe um fator importante que está sendo considerado: atrelar a imagem da Major ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mesmo que a onda vermelha não tenha a mesma força de 2006 - e, por conseguinte, 2010, 2014 e até 2018 -, um cabo eleitoral como Lula nunca é desprezível. O problema é que, em Salvador, essa onda nunca se transformou no tsunami que varreu a Bahia nesses anos. Walter Pinheiro, em 2008, e Nelson Pelegrino, quatro anos depois, que o digam. Mesmo com o PT no auge, ambos não conseguiram lograr êxito na disputa do Palácio Thomé de Souza, apesar de terem sido extremamente competitivos.

Ainda que o ex-presidente ou suas ideias entrem na campanha, Major Denice tem um longo caminho até se tornar uma alternativa palpável diante do favoritismo do vice-prefeito Bruno Reis (DEM), candidato do atual gestor da capital baiana, ACM Neto (DEM). Com o pacto informal de não agressão entre Rui e Neto, o acirramento da disputa entre o democrata e a petista fica ainda mais difícil de acontecer. Talvez por isso Lula possa aparecer como um fiel da balança favorável a Denice. Difícil é fazer valer o peso que outrora o ícone do petismo teve pelas bandas de cá.

Enquanto os nomes e os apoios funcionarem como muleta, a ex-comandante da Ronda Maria da Penha tende a patinar nas pesquisas de opinião, por mais que estejamos cada vez mais próximos do pleito. Parece que a candidatura de Major Denice precisa mesmo é de uma catapulta...

Este texto integra o comentário desta quinta-feira (9) para a RBN Digital, veiculado às 7h e às 12h30, e para as rádios A Tarde FM, Irecê Líder FM, Clube FM, RB FM, Alternativa FM Nazaré, Valença FM e Candeias FM. O comentário pode ser acompanhado também nas principais plataformas de streaming: SpotifyDeezerApple PodcastsGoogle Podcasts e TuneIn.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot