Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Rui indica que aliados que apoiarem Bruno Reis podem perder cargos no governo

por Lucas Arraz / Bruno Luiz

Rui indica que aliados que apoiarem Bruno Reis podem perder cargos no governo
Petista deu recado a quem quer fazer jogo duplo | Foto: Carol Garcia/ GOVBA

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), mandou recado nesta quarta-feira (2) para os partidos que pretendem permanecer na base aliada a nível estadual, mas querem apoiar a candidatura de Bruno Reis (DEM), indicado do prefeito ACM Neto (DEM), seu adversário político, para a prefeitura de Salvador. Questionado sobre se essas siglas perderiam espaços no governo - comando de secretarias, autarquias e demais cargos na administração -, o petista não foi direto, mas deixou sua mensagem. 

 

“Eu diria que as pessoas têm que escolher o projeto que querem seguir. Cada um é livre pra fazer opção. Eu não pressiono ninguém, cada um faz suas escolhas. Eu farei as minhas. Cada um é livre pra fazer sua escolha, como eu também sou livre pra fazer as minhas escolhas e escolher meus assessores”, afirmou o governador em coletiva após inaugurar unidade de emergência pediátrica no bairro de Pirajá, em Salvador. 

 

Apesar de Rui não apontar para quem dirigiu o recado, o PDT cogita fazer jogo duplo na política baiana. Em Salvador, avalia apoiar e até indicar a vice de Bruno Reis, que, segundo informações de bastidores, seria a ex-secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza Ana Paula Matos. Por outro lado, a legenda quer continuar com o petista a nível estadual. Outro que ainda não decidiu se fica com Rui ou Bruno e ACM Neto ou os três é o PL, presidido na Bahia pelo ex-deputado federal José Carlos Araújo.

 

No primeiro escalão da gestão estadual, PDT e PL controlam a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura e a Secretaria de Turismo, respectivamente.

 

O governador ainda apontou que, para estar no seu governo, é preciso nutrir relação de confiança. “Meus assessores são aqueles que tenham integralmente a nossa confiança. Sempre será assim. E, se em algum momento deixar de ter, deixará de ser assessor”, destacou, sem, novamente, endereçar a fala. No entanto, vale destacar que, na política, o subtexto pode informar mais que o próprio texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot