Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Justiça nega liberdade a advogado suspeito de matar barbeiro em bar no Imbuí

 

por Bruno Luiz

Justiça nega liberdade a advogado suspeito de matar barbeiro em bar no Imbuí
José Geraldo Lucas Júnior fez disparos que mataram barbeiro | Foto: Divulgação

A Justiça negou dois pedidos, um de liberdade e outro de prisão domiciliar, para o advogado José Geraldo Lucas Júnior, suspeito de assassinar a tiros o barbeiro Lucas Souza de Araújo, dentro de um bar no Imbuí, no dia 24 de janeiro. A decisão é da juíza substituta Andreia Lima Sarmento Netto, do 1º Juízo da 2ª Vara do Tribunal do Júri. 

 

Lucas Júnior está preso desde 27 de janeiro, quando se apresentou à sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Salvador, para cumprimento de mandado de prisão temporária. Um homem identificado como Jeã Silva Santos, que teria ajudado o advogado a fugir do local do crime, apresentou-se ao DHPP junto com Lucas Júnior e também foi preso.

 

Testemunhas apontam que o crime foi motivado por uma discussão iniciada após o suspeito assediar a esposa e a cunhada da vítima. Depois do desentendimento, o advogado teria feito uma ligação e, em seguida, Jeã chegou ao estabelecimento. Os acusados fugiram do local após os disparos. Imagens de câmeras de segurança do bar mostram o momento exato em que crime ocorreu. 

 

O advogado corre o risco de perder sua carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o que o impediria de atuar na advocacia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot