Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, 15 de março de 2021

Região de Guanambi volta a abrir comércio não essencial até sexta

 

Região de Guanambi volta a abrir comércio não essencial até sexta
Guanambi / Foto: Lay Amorim / Achei Sudoeste

Vinte e dois municípios do Sertão Produtivo, no Sudoeste baiano, voltam a abrir as atividades não essenciais nesta segunda-feira (15). A autorização de abertura dos estabelecimentos vai até sexta-feira (19) e foi publicada na noite deste domingo (14). Cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS) também vão poder retomar o comércio não essencial até sexta (ver aqui). As ações fazem parte do enfrentamento à Covid-19 em todo o estado.

 

Com isso, além de Guanambi, o comércio não essencial volta a ser permitido Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Feira da Mata, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiu, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

 

MEDIDAS ESTADUAIS
Em toda a Bahia, o toque de recolher segue em vigor até as 5h do dia 1° de abril. A partir das 18h da próxima sexta até as 5h da segunda-feira (22) volta a ser proibido o comércio não essencial em toda a Bahia. Neste período fica proibida a venda de bebidas alcoólicas, inclusive até pelo sistema de entrega em domicílio (delivery).

 

Também seguem vedadas até o dia 1° abril em todo o estado as atividades esportivas coletivas amadoras. Serão permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomeração. Até a próxima segunda também está proibido o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a prática de atividades físicas. Atos religiosos litúrgicos podem ocorrer desde que sejam respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30%.

 

Estão foram do decreto atividades ligadas ao funcionamento dos terminais rodoviários, metroviários, aquaviários e aeroviários, bem como o deslocamento de funcionários e colaboradores que atuem na operacionalização destes. O mesmo vale para os serviços de limpeza pública e manutenção urbana e os serviços de entrega em domicílio (delivery) de farmácia e medicamentos, além das atividades profissionais de transporte privado de passageiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot