Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, 20 de julho de 2021

Bolsonaro escala Mourão para mediar crise da Igreja Universal em Angola

 Terça, 20 de Julho de 2021 

Bolsonaro escala Mourão para mediar crise da Igreja Universal em Angola
Bolsonaro e Mourão | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) escalou o vice-presidente Hamilton Mourão para atuar na gestão de uma crise que envolve denúncias sobre a atuação da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) em Angola. Bolsonaro colocou o governo como mediador de um problema privado, sem relação institucional com a República. Pesquisas sinalizam o enfraquecimento do eleitorado evangélico do presidente.

 

Ao Estadão, o vice Mourão confirmou que esteve com o presidente de Angola, João Lourenço, na última semana, e que tratou pessoalmente do assunto, atendendo pedido de Bolsonaro.

 

"Por orientação do PR, conversei com o presidente angolano. A diplomacia está buscando uma forma de fazer com que as partes se entendam", disse, ao jornal, em referência ao embate na Universal.

 

O objetivo oficial da viagem, que durou três dias, era a participação em uma reunião da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Ao Estadão, integrantes da Universal disseram que ainda não há perspectiva de que a crise seja resolvida.

 

Segundo publicação, a crise começou em 2019, quando integrantes da igreja no país africano se rebelaram contra a direção brasileira da Universal e divulgaram manifesto que acusa o comando geral de lavagem de dinheiro, sonegação de impostos e racismo. A Universal é comanda pelo bispo Edir Macedo.

 

Após o episódio, a filial da TV Record no país foi fechada e representantes da greja foram removidos de postos-chave em Angola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot