Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Perícia da PF conclui que vídeo da reunião ministerial de 22 de abril não foi editado

 

Perícia da PF conclui que vídeo da reunião ministerial de 22 de abril não foi editado
Foto: Marcos Corrêa/PR

Uma perícia feita pela Polícia Federal concluiu que não houve adulteração na gravação da reunião ministerial de 22 de abril entregue pelo Palácio do Planalto à Polícia Federal.

 

Foi nela que o presidente Jair Bolsonaro manifestou sua intenção de interferir na PF para blindar sua família de investigações conduzidas pela corporação (relembre), segundo o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. 

 

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o material é parte importante no inquérito aberto pela PF para investigar a denúncia de Moro. 

 

Na mesma reunião, o presidente ainda xingou governadores e disse que gostaria de armar a população, enquanto o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, chamou os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de vagabundos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot