Últimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 31 de março de 2021

Vilas-Boas pede que senadores 'levantem bandeira' por quebra de patente do Remdesivir

Vilas-Boas pede que senadores 'levantem bandeira' por quebra de patente do Remdesivir
Foto: Fernando Vivas/GOVBA

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, Gilead, solicitou ajuda aos senadores baianos  para “levantarem a bandeira” para que o Brasil seja incluído entre os países em que a fabricante do antiviral Remdesivir abriu mão de patente. O medicamento é utilizado no tratamento da Aids e vem sendo estudado também para o tratamento da Covid-19.

 

No ano passado a farmacêutica Gilead Sciences abriu mão da patente para 127 países, mas o Brasil ficou de fora. “Precisamos quebrar a patente. É inaceitável que tenhamos de pagar R$19 mil pelo tratamento de cada paciente, quando os genéricos saem por R$5 mil”, disse Vilas-Boas em uma publicação no Twitter na manhã desta quarta-feira (31).

 

“Fazer o que fizemos na época da AIDS e tornou o Brasil exemplo no combate à epidemia”, completou o titular da Sesab ao compartilhar a matéria da Revista Exame “Covid-19: fabricante do Remdesivir abre mão de patente, mas exclui Brasil”, publicada em maio de 2020.

 

Em 12 de março desse ano a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o antiviral experimental Remdesivir para o tratamento da Covid-19. Com isso o remédio se tornou o primeiro aprovado no país especificamente para o tratamento da doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot